Review de "Fable III"

Por: lucaslll
Fable III | 22/12/2010 12:29:12 1 / 1

Desde sua origem "Fable" se caracteriza por ter elementos geniais e inovadores, como o gigantesco mundo de Albion e a quantidade absurda de personagens. Mas também se caracteriza por ignorar totalmente todos os outros elementos, como o combate, e os gráficos.

Felizmente os pontos positivos sempre sustentaram qualquer defeito, mas, todas as inovações de "Fable" estão começando a mostrar a idade e, sem renovação, o jogo vem perdendo seu charme. Mesmo assim, ainda foi, sem dúvida alguma, um dos grandes lançamentos do ano.

A ambientação é algo que nenhum outro jogo neste ano conseguiu alcançar, “Fable” é uma sequência, mas consegue lidar muito bem com isso. Seguimos a continuação da história de Albion e não de um personagem, o que é fantástico. Os fãs da série podem acompanhar uma cidade da "Idade das Trevas" até a era industrial fazendo com que tudo mude, mas mesmo assim permaneça totalmente integrado.


História
Meio século se passou desde o último jogo, e nesse tempo a era industrial chegou a Albion. As fábricas tomam conta da cidade com direito a trabalho infantil e poluição. Tudo isso se torna ainda mais grave com o governo de um tirano que explora a população; a situação é insustentável. Albion precisa de um novo herói para liderar uma rebelião e tomar o trono. Você joga com o filho (ou filha) do herói de “Fable II”. A questão familiar é importante, afinal seria uma traição derrubar seu irmão. No entanto, Albion precisa da revolução e portanto o sacrifício e necessário.

O primeiro passo para a rebelião é formar um exército e isso toma metade do jogo. Você passará por diversas cidades buscando o apoio de seus habitantes. Para isso é necessário conseguir uma boa reputação, o que só é possível completando missões. Toda adesão ao seu grupo termina com um acordo, uma promessa que poderá ser cumprida ou não quando você for coroado.

Após formar seu exército, você ruma para cidade e toma o lugar de seu irmão. É nesse momento que “Fable III” se torna realmente único. O jogo cria uma dimensão política nunca vista antes. Todas as suas decisões não influenciam apenas você, mas toda a cidade. O dinheiro ganha uma grande importância, pois a cidade de Albion está para ser atacada por uma força maligna (sem spoilers aqui) e, para impedir que sua cidade seja destruída, é preciso ter dinheiro para construir um grande exército. Porém, conseguir esse dinheiro não é tão simples. Seus recursos não são suficientes para garantir uma boa vida à população e formar seu exército. As decisões são muito interessantes, apesar de, às vezes, parecerem meio exageradas, como decidir entre construir um orfanato ou um bordel. Nesse contexto, o dilema moral é claro: ser bondoso com o povo ou se tornar um tirano e conseguir formar seu exército.   

O ambiente

“Fable III” é definitivamente um jogo britânico, e isso aparece muito forte em sua ambientação, estilo de narrativa e em seu humor. O jogo te coloca em uma fábrica com o som de crianças torturadas trabalhando para rapidamente te colocar em uma fantasia de galinha. O tom do jogo ajuda a mostrar a importância de suas decisões, mas o humor da série continua o mesmo.

Se essas realidades tão diferentes comprometem a atmosfera que o jogo pretende criar será sempre uma opinião pessoal. Para mim acrescenta diversidade à experiência.

A cidade proporciona total liberdade. Você pode se tornar um grande proprietário, um comerciante, um pai de família ou simplesmente assassinar todo o mundo. O jogo reage às suas ações e as mudanças são permanentes. Mortos não renascem. Pessoas reagem diferentemente se gostam ou não de você. E fazer as pessoas mudarem de opinião sobre algo é uma árdua tarefa.

“Fable III” possibilita incontáveis horas para quem gosta de buscar casamentos ou para os que têm desejos comerciais megalomaníacos, mas não exige que nada disso seja feito. Se você não tem muita paciência para essas coisas, pode simplesmente ignorá-las e continuar com a história de maneira rápida. Apesar de que uma pessoa que não goste dessas coisas provavelmente não estaria jogando “Fable”...


Combate
O combate com certeza não é o foco da série, mas, mesmo assim, o jogo apresenta novidades interessantes. Não espere encontrar nenhum elemento tradicional de RPG, nem mesmo se preocupe em subir de “level”. As armas são melhoradas conforme o uso. Certas ações específicas melhoram as armas, um sistema que lembra bastante os “achievements” do Xbox. As magias também têm um sistema novo nesta terceira entrada da série e são criadas por luvas. A grande novidade é que são feitas duas de cada vez se misturando para criar uma única, portanto é possível criar diversas magias por meio da combinação, o que cria um espaço divertido para a exploração. Infelizmente, mesmo com estas combinações, as possibilidades são poucas.

No entanto, mesmo com essas boas ideias, o combate em “Fable III” continua extremamente fácil e um tanto quanto repetitivo. Já é o terceiro jogo e a LionHeart ainda não ouviu os fãs e ainda não adicionou um modo “hard”.

Considerações finais

A era industrial é responsável pela grande inovação da terceira entrada da série, pois, nesta, você deve criar um exército para fazer uma revolução e assim se tornar rei. Mas, mesmo aqui o jogo mostra como tem níveis diferentes de atenção em seus diferentes aspectos. A história é genial: criar um exército e se tornar Rei. São ideias que sozinhas criam uma grande expectativa para o jogo, porém, quando seu exército tem apenas cinco pessoas, o combate inevitavelmente decepciona.

"Fable" continua entre os grandes e merece lugar entre os games de qualquer dono de Xbox. Chutar galinhas e soltar puns já está perdendo a graça, mas descobrir se você seria um Rei bondoso ou um odioso tirano compensa qualquer falha.

Nota: 9
“Fable III” apresenta evoluções em todos os aspectos pelos quais a série é conhecida, mas, infelizmente, não conserta nenhuma de suas falhas. O que poderia ser um jogo único, acaba por ser apenas "mais um".

Fonte: gameLib

BETA
Comente pelo facebook
Último está em cima - alterar?
O que já falaram
0 / 0
LadyMurphy em 16/01/2011 15:54
Nunca tive saco para esse jogo
prefiro final fantasu mesmo!
0 / 0
lucaslll em 06/01/2011 11:53
tem razao, chance de ganhar acho q não tinah mesmo.
0 / 0
MrGame em 23/12/2010 10:25
E o pior é que foi sim. Tinha esquecido.
Mas...
Será que tinha chance de ganhar alguma pitanga?
0 / 0
lucaslll em 23/12/2010 09:19
foi sim
0 / 0
MrGame em 22/12/2010 14:01
É né.
Mas não foi indicado para nada na VGA.
1
Faça login ou cadastre-se
Envie seu comentário
Leia também
Por: lucaslll
Fable III | PC | Xbox 360 | 18/03/2011 11:59:30 0 / 0
Por: Troqui
Fable III | PC | Xbox 360 | 25/02/2011 11:27:28 0 / 4
Ficha técnica
Gênero:
RPG
Lançamento:
27/05/2011
Desenvolvedor:
Lionhead Studios
Distribuidor:
Microsoft
Plataforma(s):
360PC
Volte a Albion, lidere uma rebelião e se torne rei no novo jogo da série
9.0
n/d
Quem já curtiu isso
Estamos no Facebook