"A Cigarra e a Formiga": um conto à Capcom

Street Fighter X Tekken | 16/05/2012 18:13:50 1 / 0

Fernando Katayama

Da Redação

Em alta o assunto dos conteúdos para download (DLCs) bloqueados em disco, uma pequena parcela da população mundial se dividiu claramente em dois blocos, Capcom e consumidores da Capcom.

O raio-X de cada um: o bloco da Capcom é formado por uma empresa que trabalha produzindo jogos; já o bloco dos consumidores da Capcom é formado, logicamente, por todos os que consomem seus produtos. Ou melhor, que vivem de seus produtos.

Ilustração para o conto "A Cigarra e a Formiga".

Eco. Ou melhor, que vivem de seus produtos. Eco. Ou melhor, que vivem de seus produtos. São os próprios jogadores, que viveriam razoavelmente mal sem seus grandes títulos, mas também são a imprensa, os revendedores, analistas e estudiosos de mercado. Enfim, todos os que mamam nas tetas do primeiro bloco.

É obrigação do bloco da Capcom mostrar ao mundo que seus produtos dão dinheiro, mas que a ideia não é ganhar dinheiro. Trabalhar assim, produzindo para uma realidade que já não comporta mais a ideia de games enquanto arte, e sim enquanto um negócio como qualquer outro, deve esgotar a paciência.

Isso não justifica colocar DLCs bloqueados em disco. Mas que foi divertido, foi. É como se o bloco produtivo desse uma derrapada para todos apontarem o dedo. Uma oportunidade para aqueles que vivem usando e abusando de seus produtos sentirem na pele o que é uma empresa que aceitou sua realidade, que entendeu que fazer arte com games é coisa do passado.

Enquanto a comida vem fácil na boca, é difícil perceber que se está girando dentro de uma roda acoplada no interior de uma gaiola.

Consumidores da Capcom são muito mais do que consumidores. São dependentes de uma estrutura de negócios. Consumir implicaria apenas aproveitar a vida útil de um produto extraindo o máximo de benefícios. Depender é tirar sustento.

Um DLC bloqueado em disco abriu a cabeça dos jogadores para manifestações em fóruns e comentários, rendeu pautas na imprensa sobre o futuro dos games diante das novas formas de se obter lucro nessa indústria e provocou a ira de analistas. Todos os que fizeram parte dessas discussões ganharam alguma coisa, de alguma maneira. Uns pouco, outros muito.

A Capcom conseguiu fazer de seu golpe baixo, sua safadeza comercial, algo lucrativo para todos; e o ganho não precisa ser necessariamente financeiro, pode ser em termos de reflexão também.

É a formiga mostrando para a cigarra que é hora de dançar e a cigarra mostrando para a formiga que vai mesmo dançar muito bem, obrigado.

Cena de Street Fighter X Tekken, game marcado pelo DLC bloqueado em disco.

A Cigarra e a Formiga

Tendo a cigarra, em cantigas,
Folgado todo o verão,
Achou-se em penúria extrema,
Na tormentosa estação.

Não lhe restando migalha
Que trincasse, a tagarela
Foi valer-se da formiga,
Que morava perto dela.

– Amiga – diz a cigarra
– Prometo, à fé de animal,
Pagar-vos, antes de agosto,
Os juros e o principal.

A formiga nunca empresta,
Nunca dá; por isso, junta.
– No verão, em que lidavas?
– À pedinte, ela pergunta.

Responde a outra: – Eu cantava
Noite e dia, a toda a hora.
– Oh! Bravo! – torna a formiga
– Cantavas? Pois dança agora!

La Fontaine (1621-1695)
Tradução de Bocage (1765-1805)

BETA
Comente pelo facebook
Último está em cima - alterar?
O que já falaram
0 / 0
Renato12 em 18/05/2012 21:09
Ah, já ia me esquecendo, ótima matéria Fernando, arrebentou.
0 / 0
Renato12 em 18/05/2012 21:09
MrGame disse:
É onde chegamos. O videogame cometeu o mesmo erro do Rock: Comercializar demais e arruinar seus produtos, gerando decadência na arte e ira dos consumidores.

P.S: Adorei o texto, Fernando. No final só faltou: "Sou Fernando Katayama, Direto ao Assunto."
Concordo plenamente com o Mrgame, o mesmo erro do Rock.
0 / 0
Lucas Vinicius em 18/05/2012 08:59
É bom que quando o Fernando faz alguma coisa ele Kata Y Ama.
MrGame disse:
É onde chegamos. O videogame cometeu o mesmo erro do Rock: Comercializar demais e arruinar seus produtos, gerando decadência na arte e ira dos consumidores.

P.S: Adorei o texto, Fernando. No final só faltou: "Sou Fernando Katayama, Direto ao Assunto."
0 / 0
MrGame em 16/05/2012 18:34
É onde chegamos. O videogame cometeu o mesmo erro do Rock: Comercializar demais e arruinar seus produtos, gerando decadência na arte e ira dos consumidores.

P.S: Adorei o texto, Fernando. No final só faltou: "Sou Fernando Katayama, Direto ao Assunto."
1
Faça login ou cadastre-se
Envie seu comentário
Leia também
Street Fighter X Tekken | Playstation 3 | Xbox 360 | 19/11/2012 09:43:03 #Street Fighter x Tekken 0 / 0
Por: NUB
Street Fighter X Tekken | Playstation 3 | Playstation Vita | Xbox 360 | 17/09/2012 12:56:00 1 / 0
Ficha técnica
Gênero:
Luta
Lançamento:
Não disponível
Desenvolvedor:
Capcom
Distribuidor:
Capcom
Plataforma(s):
iPadiPhonePS Vita360PS3
Ryu e sua turma trocam sopapos com a galerinha de Kazuiya e Heihachi!
Sobre a versão para Playstation Vita
Possui comandos na tela de touch
n/d
n/d
Quem já curtiu isso
Estamos no Facebook